Ansiedade: quais os principais sintomas físicos e psicológicos?

Os principais sintomas da ansiedade generalizada e formas caseiras de tratá-los

Quais os sintomas da ansiedade

Uma das coisas mais difíceis na fase da descoberta da doença é entender e se convencer de que vários sintomas são realmente ansiedade. A variedade de sinais é bem grande, tanto fisicamente como mentalmente.

É realmente muito difícil acreditar que a dor no peito, a falta de ar e o suor são só frutos da sua cabeça e que você não vai sofrer um ataque cardíaco a qualquer momento. A falta de informação é a pior vilã nessa hora.

Como falei no texto que relato o meu diagnóstico de ansiedade generalizada, a maioria das pessoas não sabe o que é ansiedade patológica e só conhecem a “ansiedade normal”. Quando ouvimos do médico que o nosso problema é ansiedade, perguntamos: ansiedade de que? Nem estou esperando nada! rsrs

Os sintomas em cada pessoa

Cada indivíduo é diferente, tem seu próprio corpo e manifesta seus males de uma forma única, mas alguns sintomas da ansiedade parecem se repetir com mais frequência na maioria das pessoas. 
Chega até a ser engraçado quando dois pacientes se encontram e começam a “trocar figurinhas” listando o que sentem e já sentiram. A experiência pode ser bem positiva e afastar aquela sensação de “será que isso só acontece comigo?”, mas também pode deixar o paciente impressionado e com medo de começar a sentir os sintomas do próximo (e acabam sentindo)

Sintomas físicos

As manifestações de ansiedade pode ser assustadora para quem não conhece o transtorno. Entre os vários sintomas físicos, os mais populares são os seguintes:
  • Dor e pressão no peito
  • Falta de ar
  • Suor
  • Tremores
  • Tontura e enjoos
  • Dor de barriga e diarréia
  • Tensão muscular e dores nas costas
É ou não é assustador se imaginar sentindo tudo isso sem uma explicação lógica para tamanho sufoco?
Como citado no anteriormente, cada pessoas reage de uma forma, uns de modo mais brando, outros mais intensos, mas todos sentem pelo menos 3 dos sintomas a acima durante uma crise.

Sintomas psicológicos

Não menos importantes e incômodos que os físicos, os sintomas psicológicos podem ser mais únicos ainda. Dependendo da fonte da ansiedade, vários tipos de manifestações podem acontecer e desencadear mais sintomas.

Entre os sintomas psicológicos mais comuns da ansiedade generalizada podemos citar:
  • Preocupação
  • Medo
  • Inquietação
  • Pensamentos sem controle e recorrentes
  • Sensação de perda da sanidade
  • Sensação de preocupação com a realidade
É complicado aceitar, aprender e contornar esses sintomas. Muito mais difícil se torna explicar para alguém que não sofre de transtorno de ansiedade generalizada como isso pode acontecer sem “nenhum motivo aparente”. Mas acredite: eles passam.

A partir do momento que você entende que o que está acontecendo com você é fruto da ansiedade, as crises tendem a ficar menos intensas, já que o medo de ser algo grave diminui (não digo que o medo some por que mesmo tendo certeza que é ansiedade, temos aquele medinho de não ser rsrsr)


Como amenizar os sintomas da ansiedade?

Assim como os sintomas podem diferentes para cada pessoas, as formas de aliviá-los também podem variar. As dicas que vou passar são coisas que funcionam para mim e que aprendi durante esses anos de luta contra o bichinho da ansiedade

Formas naturais

Caminhe/corra

Sempre que percebo que algo não está normal e que estou começando a sentir algum sintoma, procuro me movimentar, dar uma volta, respirar ar em movimento. Quando posso, dou até uma corrida (só não pode começar a correr do nada e em espaços inadequados, como no ambiente de trabalho por exemplo!). A movimentação me deixa no modo automático e desvia minha atenção do que está me preocupando.

Meditação

Quando a ansiedade me pega na hora de dormir, fica meio inviável fazer uma caminhada ou correr dentro de casa. Nesse momento eu recorro a meditação.
No início é meio difícil manter a concentração, já que um dos sintomas que sempre senti são os pensamentos acelerados e desordenados. Mas uma hora dá certo. Hoje sempre que sinto algo na cama, pego o celular, procuro meditações no youtube e tudo fica bem.

Chás

Uma das coisas mais comuns na medicina popular é o uso de bebidas como calmantes. Existe uma infinidade de chás que prometem acabar com a ansiedade e trazer a tão desejada calma. Entre os chás que já testei, o de Camomila foi o que mais fez efeito (estou até com vontade de tomar um agora!). Na primeira ocasião que provei, estava meio ansioso e tomei uma xícara do chá preparado pela minha avó e isso me fez dormir como há muito tempo não tinha dormido.

Estímulos externos

Outra coisa que me faz muito bem são alguns estímulos externos que trazem relaxamento. Um bom banho e uma massagem me fazem relaxar bastante e  esquecer de todas os maus pensamentos.

Veja o um vídeo muito interessante sobre o assunto:


E se isso não funcionar?

Preciso falar que, dependendo do nível em que se encontra o seu estado ansioso, nem sempre a medicação natural será o bastante.

Existem casos (maioria deles) em que o paciente precisa de medicação receitada por médico e isso não é nenhuma vergonha.

Precisamos acabar com esse tabu da medicação. Assim como o corpo, a mente também adoece e precisa de medicamentos!

Quando você está com dor de cabeça você toma um analgésico? Quando está com febre você toma um antitérmico? Então por que os problemas da mente não devem ser tratados com medicação como os outros tipos de patologia? Por que esse preconceito?

A medicação não vai fazer de você anormal. A sua saúde e qualidade de vida são as coisas mais importantes que você possui. 

Esqueça a vergonha, procurar um médico e realizar o tratamento rigorosamente como for indicado pelo profissional será o primeiro passo para se ver livre da ansiedade!



Se identificou com o texto? Leia o relato sobre a minha pior crise :

Ansiedade: quais os principais sintomas físicos e psicológicos? Ansiedade: quais os principais sintomas físicos e psicológicos? Reviewed by Welligton Magalhães on maio 15, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.